Há quem não saiba, nem sonhe que o sonho comanda a vida. Não é o caso da professora Filomena Carvalho que, certamente, conhece as palavras de António Gedeão e sabe que “sempre que o homem sonha, o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança”. Foi a seguir um sonho que a professora lançou os «Contos Solidários», o seu primeiro livro dedicado a todos os seus antigos e actuais alunos. 

Leia notícia detalhada na edição impressa