A Severi começou o ano com teatro e é assim que o vai terminar. A Associação Cultural de Expressão Dramática estreia já no próximo sábado, “O Sangue dos Inocentes” - Um drama de SeVer. Um trabalho arrojado que promete fazer chorar os severenses, mas o mais provável é que seja de tanto rir. Depois de várias semanas de trabalho intensivo, os 11 actores voltam a subir ao palco numa peça que cruza histórias de severenses e é, também, um tributo às suas gentes.

Tudo começa num baile. À maneira antiga. Com máscaras e músicas para dançar. Depois há uma história de amor que tragicamente se desenrola. Uma história tão antiga que já ninguém se lembra como começou, uma história de terrenos partilhados e amores contrariados. É assim que começa esta história que desafia os espetadores a rasgarem a quarta parede e entrarem em cena. “Acima de tudo prometemos que vamos surpreender. É um espetáculo que vai imprimir um ritmo vertiginoso, em que o rumo dos acontecimentos vai mudar constantemente... Vamos brincar entre a verdade e a ficção, entre um emaranhado de histórias habilmente cruzadas, antecipa a Severi que garante que o espetáculo vai surpreender. “É uma produção fora da caixa. Quisemos arriscar, explorar novos mundos. Tem sido um desafio muito exigente e aliciante, temos vindo a explorar novas técnicas”.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga