“O folclore é uma família” foi esta a máxima que o Centro de Recreio e de Cultura de Rocas do Vouga deixou clara, com a promoção do XXXVI festival de folclore que decorreu no passado dia 4 de Agosto e que reuniu, em Rocas, algumas centenas de pessoas. Foi uma noite de tradições, de memórias, de cultura. A festa foi de convívio e contou com o regresso de muitos emigrantes. Foi o recontro de famílias. O festival foi uma mostra de várias regiões, para além de Rocas do Vouga, passaram pelo palco representantes de Oliveira de Azeméis, Vouzela e Cantanhede.

Em Sever do Vouga as tradições continuam bem vivas e assim vão continuar nas próximas gerações, a avaliar pelos jovens que integram o Rancho Folclórico de Rocas do Vouga. Dançaram com alegria e entusiasmo e mostraram que o património da freguesia e do concelho não estão esquecidos, antes pelo contrário. São homenagens, neste museu vivo que é o Rancho Folclórico de Rocas do Vouga.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga