É raro, mas às vezes a sorte bate mesmo à porta. Foi o que aconteceu a um ou a uma cliente do Café Severense, ou como é mais conhecido, o Café da Curva, em Sever do Vouga, no passado dia 3 de Maio, quando raspou um “Pé-de-Meia” milionário. Nada se sabe do vencedor ou da vencedora que pediu total anonimato.

Um investimento de apenas cinco euros, o custo da raspadinha, valeu ao jogador um ingresso para o lote dos milionários. Vai ganhar 1.500 por mês, durante seis anos. Ou seja, no total, tirando os impostos, esta raspadinha valeu-lhe 108 mil euros. “Claro que ficou muito feliz, quem é que não ficava?”, conta Paula Rodrigues a mulher que vendeu a raspadinha, em declarações ao Beira Vouga.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga