A Unidade de Saúde de Angeja, polo da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Albergaria-a-Velha, que integra o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga (ACeS BV) passará a funcionar em instalações provisórias, a partir de 26 de Dezembro. Trata-se de uma mudança temporária para contentores com capacidade para o efeito, enquanto decorrer a empreitada de construção de um novo edifício, da responsabilidade da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha. O contrato de comodato entre a Administração Regional de Saúde do Centro e a Câmara Municipal, foi assinando no passado dia 13 de Dezembro na Câmara Municipal.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

A aquisição de bicicletas com componente de carga, a redução da utilização de sacos/embalagens de plástico, a criação de pontos de recolha de restos alimentares para compostagem e a dinamização de uma campanha de sensibilização para os valores ambientais são as quatro medidas que o Município de Albergaria-a-Velha vai executar no âmbito do projeto Desperdício Zero no Mercado Municipal de Albergaria-a-Velha “A Praça”. Com um orçamento a rondar os 45 mil euros, o projeto resulta de uma candidatura ao Fundo Ambiental-Logística Descarbonizada e Economia Circular para Mercados Tradicionais de Frescos e será implementado no primeiro trimestre de 2019. Este projeto visa contribuir diretamente para a diminuição dos impactos ambientais gerados pela atividade do equipamento, descarbonizar a logística do transporte dos produtos a vender e a comprar, reduzir o uso de embalagens descartáveis e de plástico, bem como fomentar junto dos clientes e comerciantes o conceito de uma cultura sustentável através da educação e implementação de valores ambientais.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

 

 

A Associação Florestal do Baixo Vouga (AFBV) promoveu uma sessão de esclarecimento sobre as AFA: Áreas Florestais Agrupadas, no passado dia 5 de Dezembro na Biblioteca Municipal. Com casa cheia foram apresentados alguns projetos-piloto que deixam a mensagem: juntos somos mais fortes. Redução de custos, uma maior gestão do espaço e a diminuição do risco de incêndios foram algumas das vantagem apresentadas nesta sessão para um plateia de produtores florestais.

António Loureiro destacou o papel da Associação Florestal do Baixo Vouga no apoio aos produtores florestais, destacando a “capacidade técnica e experiência de mais de 15 anos”, elogiando, também, o facto de “cada vez mais produtores estarem nas acções de formação” o que, nas suas palavras, significa que se “revêm na associação e no trabalho desenvolvido pela mesma”. Sobre a gestão conjunta dos espaços, o Presidente da Câmara acredita que traz “um conjunto de benefícios”, deixando alguns exemplos, tais como: “a redução de custo, uma maior gestão do espaço e diminuição do risco de incêndios”.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

Recentemente, Joaquim Branco, visitou o Rotary Club de Albergaria-a-Velha. Depois de ter sido recebido na Biblioteca Municipal pelo Presidente da Câmara, António Loureiro. O oficial do Governador do Distrito 1970 visitou a GROHE e a pastelaria Framboesa. Seguiu-se uma reunião de trabalho com o conselho diretor do clube para análise das metas, objetivos e projetos em desenvolvimento. O encontro terminou com um jantar convívio. Com uma sala lotada com a presença de mais de 90 convidados, e a participação de 17 Clubes Rotários do país e um representante de um Clube do Brasil, realizou-se a admissão do Professor Edgar Borges como novo membro do Clube de Albergaria-a-Velha, com a qualificação profissional de Educação – Ensino Secundário nas áreas de Informática, Robótica e Multimédia, cujo trabalho e ação desenvolvidos na área das tecnologias e na educação são uma referência na comunidade, e que tem ajudado a transformar as vidas dos seus alunos.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

 

Albergaria-a-Velha é a capital do Pão de Portugal e agora é também a rainha do Bolo Rei. É verdade, é aqui que se produz o melhor bolo rei tradicional do país. O feito foi conquistado pela Confeitaria Framboesa que conquistou o júri e conseguiu distinguir o seu produto entre os mais de 300 bolos a concurso, de Norte a Sul do País. Na estreia no concurso da ACIP – Associação de Comércio e da Indústria de Panificação, que vai já na sexta edição, a Framboesa conquistou o lugar mais cobiçado. O bolo rei tem feito a delícia de quem passa por Albergaria. Todos os dias são vendidos algumas centenas de bolos reis.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga