A Associação Humanitária Mão Amiga (AHMA) promove, no próximo dia 30 de Novembro, pelas 19.30 horas, no Salão do Antigo Quartel dos Bombeiros de Albergaria-a-Velha, a segunda Edição da Festa da Pizza “AHMAmia…Que pizza!”, mais uma iniciativa que visa angariar fundo para a manutenção e o desenvolvimento do trabalho desenvolvido pelas suas respostas sociais.

Os ingressos estão disponíveis pelo valor de 5 AHMAmias e dão acesso a deliciar-se com todas as pizzas presentes no evento. Para os menos apreciadores desta iguaria, haverá uma cremosa sopa de legumes.

Leia notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

Uma equipa de formadores do Conselho Nacional da Juventude dinamizou, recentemente, na Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha, duas sessões de reflexão sobre a temática dos direitos humanos com vista à preparação do Encontro Nacional da Juventude, a decorrer em Dezembro, em Cascais. Nas sessões, que decorreram ao longo do dia de ontem, participaram cerca de 50 estudantes do 12.º ano e docentes da Escola Secundária de Albergaria-a-Velha e do Colégio de Albergaria.

No ano em que a Carta Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos, o objetivo das sessões em Albergaria-a-Velha foi colocar os jovens a pensar neste importante documento e interrogá-los sobre os direitos que gostariam de incluir, se a carta fosse reescrita hoje.

Ao longo de três horas, os estudantes participantes puderam conhecer melhor a Carta Universal dos Direitos Humanos, o contexto em que ela foi assinada, os direitos nela consagrados, bem como a sua importância para a paz e a Coesão Social.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

A Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha vai avançar com obras no Pavilhão Polidesportivo de Alquerubim. Trata-se de um investimento de 30 908,48 euros. O prazo de execução é de 45 dias. Construído em 2007, o equipamento desportivo tem sofrido várias infiltrações devido ao estado avançado de degradação das caleiras interiores da cobertura, pondo em perigo a qualidade do piso de madeira onde são disputados vários jogos, nomeadamente, de Futsal. Assim, a proposta de beneficiação propõe a execução de novas caleiras em chapa inox de 1 milímetro em toda a área da cobertura.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

Os atletas do desporto adaptado da APPACDM de Albergaria-a-Velha estrearam-se em competição. Quatro atletas participaram no 10.º Encontro de Atividades Aquáticas, que decorreu nas Piscinas Municipais de São João da Madeira, recentemente. Os atletas Albergarienses participaram nos 25 metros livres masculinos e femininos, nos escalões Sénior, Master e Autismo.

O friozinho na barriga estava lá no início da partida. A adrenalina boa de quem está a fazer história no concelho, mas sobretudo, de quem está a fazer o que gosta. Com coragem e determinação os quatro atletas mostraram o seu valor e terminaram a prova. Seis meses depois o projeto desporto adaptado em Albergaria-a-Velha já dá frutos. Os quatro atletas mostraram o que aprenderam nos sues meses de trabalho nas aulas de desporto adaptado.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga

Mais uma vez a receita foi de sucesso. O terceiro festival sabores da abóbora, realizou-se no passado dia 4 de Novembro e trouxe alegria, diversão e muitas pessoas a São João de Loure. A festa contribuiu para dar a conhecer as potencialidade de um produto autóctone: a abóbora, ao mesmo tempo que promoveu o artesanato e várias associações locais. Trata-se de uma iniciativa da ASIV- Associação Social para Idosos com Vida, em articulação com o CLDS Albergaria IntergraT, que mais uma vez marcou o evento com uma “pitada” de inovação. A torta gigante de abóbora foi mesmo a atração principal. Quem visitou o certame não lhe ficou indiferente. Quinze metros recheados de sabor e solidariedade. As receitas da venda das fatias reverteram para comprar cadeiras de rodas para a associação.

Em São João de Loure o frio não se fazia sentir. Havia calor humano, havia ritmo, havia convívio e e alegria. As atividades começaram bem cedo, houve uma caminhada, workshops, e muita animação em cima de palco. O momento mais aguardado, contudo, foi a inauguração da torta gigante. Um bolo gigante por uma causa ainda maior. Como explica Cristina Araújo, “o valor angariado será para comprar mais cadeiras de rodas para associação, as que temos já não são suficientes para o número de utentes que temos, é uma boa causa, é para toda a freguesia”, frisou a presidente da direcção que fez um balanço muito positivo não só do certame, “que daqui a um ano vai regressar ainda com mais novidades”, mas também do trabalho desenvolvido em quatro anos.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga