Decorre na Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha, no passado dia 22 de Novembro, a apresentação da 11ª edição da ExpoFlorestal. O encontro que contou com uma forte adesão, deu o pontapé de saída para o maior evento da floresta, na Península Ibérica que se realiza de 17 a 19 de Maio do próximo ano, com o tema: “Por uma Floresta Viva”.

António Loureiro defendeu a importância da ExpoFlorestal para o país, uma oportunidade de discutir um futuro da floresta com “uma perspetiva construtiva”. Para o Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha “ o sector florestal é dos poucos sectores que se faz bem no nosso país, sendo um dos poucos que acrescenta valor”. O Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha foi mais longe, defendendo que “o sector da floresta é “uma referência pela Europa e pelo mundo fora”. O autarca não poupou elogios à fileira que, tem sabido sempre vencer “as dificuldades e adaptar-se às novas necessidades”. Como referiu, o sector florestal representa um “complemento de rendimento de mais de 1.2 milhões de euros para os portugueses, relativos à venda de produtos florestais”. “Não há nenhum sectores da economia portuguesa que distribua tanta riqueza”, defendeu. Terminou com uma mensagem de optimismo relativamente à floresta que considera ser “um dos maiores patrimónios do nosso país”.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga