Chegou ao fim a décima primeira edição da Feira do Mirtilo, de 28 de Junho a 1 de Julho, o Parque Urbano de Vila recebeu uma panóplia de atividades e foi o palco principal, para todo o país, da promoção dos pequenos frutos. No final, em declarações ao Jornal Beira Vouga, Almeida e Costa “fez um balanço francamente positivo”, destacando que “mais uma vez, o concelho recebeu a visita de dezenas de milhares de visitantes”. O autarca mostrou-se satisfeito com a adesão das pessoas, nos quatro dias de festa, em especial no domingo à tarde, em que houve um pico notório de visitantes. Como referiu, “entre o espaço que decorria o programa televisivo, no Jardim do Largo e todo o Parque Urbano estamos a falar de vários milhares de pessoas”, sublinhou, frisando que, relativamente ao ano passado, o número de visitantes foi superior.

Almeida e Costa defendeu a importância do certame. “A única feira a nível nacional de promoção dos pequeno frutos” e garantiu que o objetivo da Câmara Municipal é aprofundar “a marcar Sever do Vouga- Capital do mirtilo com inovações”. O vice-presidente acredita que a Feira do Mirtilo tem tido um “papel vital para o sector e referiu-se “ao crescimento exponencial das plantações de mirtilo no concelho”.

Leia a notícia na integra na edição impressa do Jornal Beira Vouga